Ligações rápidas

Horário de Funcionamento:
Segunda, Quinta e Sexta
15:00 / 20:00

Sábados e Domingos
11:00 / 18:00

 

 

Áreas Principais

»

«

 

 

6 a 9 de Novembro: Pensamentos & Achados na Achada; lançamentos da Hélastre; Condessa de Ségur por Saguenail

PENSAMENTOS & ACHADOS NA ACHADA
de Amiens para Lisboa, um colóquio popular em francês
5 a 9 de Novembro

consultar programa completo

Acontece na Casa da Achada – Centro Mário Dionísio, entre 5 e 9 de Novembro, um encontro, promovido pela Associação Cardan (Amiens, França), de pessoas com dificuldades sociais, desempregados e de reduzida formação escolar, com a participação de pessoas que vivem em Portugal.

Em cada dia será abordado um tema diferente, com diversos participantes.

PROGRAMA:

– 2ª feira, 5 Novembro
tema: Emprego
10h – Trabalhos de trocas teóricas
14h – Trabalhos de trocas práticas, com convidados: Cláudio Torres, Joana Louçã, Joana Veloso, Manuel Brandão Alves.

– 3ª feira, 6 de Novembro
tema: Mobilidade
14h – Trabalhos de trocas teóricas e práticas, com convidados: Fernando Nunes da Silva, Filipe Moura, Jorge Falcato, Raul Moura.

– 4ª feira, 7 de Novembro
tema: Cultura

10h – Trabalhos de trocas teóricas
14h – Trabalhos de trocas práticas, com convidados: António Loja Neves, Joaquim Pais de Brito, Miguel Honrado.

– 5ª feira, 8 de Novembro
tema: Cidadania

14h – Trabalhos de trocas teóricas e práticas, com convidados: António Pedro Dores, Diana Andringa, Helena Roseta, Mirna Montenegro.

– 6ª feira, 9 de Novembro
tema: Aprendizagens

10h – Trabalhos de trocas teóricas
14h – Trabalhos de trocas práticas, com convidados: Ariana Furtado, David Rodrigues, Isabel Galvão, Manuel Arnaut.

Este encontro é a continuação do projecto «Recherche-Action» que aconteceu durante seis meses em territórios vizinhos da cidade de Amiens: 16 pessoas desempregadas ou que nunca tiveram emprego foram contratadas (20 horas semanais) para pensar, com o acompanhamento de animadores culturais e um filósofo, sobre emprego, mobilidade, oferta cultural, aprendizagens, cidadania.

Estas pessoas chegaram a conclusões que querem expor a outros. Querem confrontá-las com as ideias de outros, uns mais institucionais e outros menos. Querem fazer perguntas, umas mais concretas e outras menos, e ter respostas. Por exemplo: em que medida tivemos nós experiências semelhantes? Quais os meios de mobilidade dos portugueses? Quais os preços dos passes sociais? Como são processadas as ofertas de emprego? Há pólos de emprego como em França? A segurança social é extensível a todas as pessoas? Como se passam as visitas a museus e a edifícios históricos? Quantos monumentos estão inscritos na UNESCO? Como vivem os jovens detidos em centros de reabilitação? Porque é que foram detidos? Que ajudas lhes poderão ser dadas? Como é que se produz o vinho do Porto?

Durante o Encontro serão produzidos textos, quer pelos trabalhadores-pensadores da «Recherche-Action», quer por Regina Guimarães, «relatora» das sessões.

As sessões são abertas ao público. A língua do encontro será só o francês, dado que não há meios financeiros para a tradução simultânea.

MEIO CAMINHO ANDADO
A Hélastre marca encontro na Casa da Achada
Quarta-feira, 7 de Novembro, 18h

Nesta sessão a Hélastre vem apresentar vários livros recentemente editados:

da autoria de Saguenail:
Chatteries appuyées (com ilustrações de Regina Guimarães);
(Se) debattre (com ilustrações de JAS e João Alves);
Se trahir (com capa de Regina Guimarães);
Un cantique des cantiques (com ilustrações de Alberto Péssimo);
Ce que l’arbre cache (com ilustrações de Sandra Neves);
Mots couverts (com ilustrações de JAS, João Alves, Abi Feijó e Regina Guimarães).

da autoria de Regina Guimarães:
Caderno do poço e da gaveta (com ilustrações de Maio Afonso e João Alves).

Serão também projectados estes filmes produzidos pela Hélastre:
Grand teint e Sans tain; ambos de Regina Guimarães.

LIVROS DAS NOSSAS VIDAS
Os romances da Condessa de Ségur
Sexta-feira, 9 de Novembro, 18h

Nesta sessão Saguenail vem falar-nos dos romances da Condessa de Ségur.

30.ª sessão de uma série com periodicidade mensal, a partir de livros e autores referidos por Mário Dionísio num depoimento sobre «Os livros da minha vida».

Deixe um comentário

 

voltar às notícias

André Spencer e F. Pedro Oliveira para Casa da Achada - Centro Mário Dionísio | 2009-2017