Ligações rápidas

Horário de Funcionamento:
Segunda, Quinta e Sexta
15:00 / 20:00

Sábados e Domingos
11:00 / 18:00

 

 

Áreas Principais

»

«

 

 

Foi Fevereiro na Achada

Há livros que nos marcam para a vida toda. Na Casa da Achada, onde há uma biblioteca pública recheadinha de livros, inaugurámos há pouco tempo uma rubrica assim chamada: «Estes livros por alguma razão». No dia 22 de Fevereiro, Ariana Furtado – amiga da Casa da Achada há muito tempo – veio apresentar-nos o livro: Cabo-Verde, notas atlânticas de Jean-Yves Loude e explicar como e porquê este livro foi tão importante para ela. Contou-nos que conheceu o escritor mesmo na Casa da Achada e descobriu até que uma das personagens do ensaio era um familiar seu. Foi uma sessão com poucas pessoas mas que deu uma conversa bem animada.

No dia seguinte, 23 de Fevereiro, estivemos a ler e discutir um conto de Italo Calvino, «A aventura de uma banhista» que nos pôs a falar de “vergonhas” e pudores da nossa sociedade ontem e hoje.

No dia 28 houve mais uma sessão do Ouvido de Tísico, sessão à escuta de Memória de um pintor desconhecido (1965), um livro de poesia de Mário Dionísio lido integralmente (!) por Diana Dionísio. Houve quem dissesse que não sabe ler poesia, mas assim… “que maravilha!”

Às segundas, como de costume, andámos a ler A Paleta e o Mundo – ensaio de Mário Dionísio sobre arte e sociedade – ao fim da tarde, às 18h30, com a ajuda de Lena Bragança Gil e José Smith Vargas. E à noite há sempre cinema com apresentação e às vezes debate. O ciclo Mudo continua até final de Março com filmes raros e ruidosamente silenciosos.

Na sequência de um trabalho de pesquisa no arquivo do Centro de Documentação encontramos uma coisa curiosa: uma peça de teatro de Mário Dionísio escrita quando ele estava no sanatório do Caramulo a tratar uma tubercolose. Antonino Solmer veio ajudar-nos a pensar que teatro se pode fazer com um texto assim, uma “brincadeira” supreendentemente cómica e rica, num tom revisteiro. Será que dá para fazermos um teatro?

Deixe um comentário

 

voltar às notícias

André Spencer e F. Pedro Oliveira para Casa da Achada - Centro Mário Dionísio | 2009-2020