Ligações rápidas

Horário de Funcionamento:
Segunda, Quinta e Sexta
15:00 / 20:00

Sábados e Domingos
11:00 / 18:00

 

 

Áreas Principais

»

«

 

 

O ano do Centenário

No ano de 2016 houve muitas solicitações. Foi o ano do centenário do nascimento de Mário Dionísio. Por isso, para além das nossas próprias actividades, tivemos vários pedidos para participar em programas de rádio, falar sobre Mário Dionísio em sessões, e várias foram as instituições que quiseram fazer exposições sobre a vida e a obra de Mário Dionísio, para as quais fornecemos materiais e apoio.

Para além do lançamento de um selo dos CTT evocativo de Mário Dionísio (em Março), do lançamento da Poesia Completa, editada pela imprensa Nacional – Casa da Moeda (em Julho) e do descerramento da placa toponímica da Rua Mário Dionísio em Lisboa (em Outubro), houve exposições e sessões sobre Mário Dionísio na Escola Secundária Gil Vicente (Lisboa), na Universidade de Rennes (França), no Museu do Neo-Realismo (Vila Franca de Xira), na Biblioteca Municipal Eduardo Lourenço (Guarda), na Sociedade Portuguesa de Autores (Lisboa), na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, na Casa Amarela da CACAV (Alhos Vedros), na Escola Secundária Camões (Lisboa), na Biblioteca Municipal de Alhos Vedros, na Biblioteca Municipal D. Dinis (Odivelas), na Universidade Sénior D. Sancho I (Almada), na Sociedade Martins Sarmento (Guimarães), entre outros.

Foi também o ano em que se realizou o Congresso Internacional Mário Dionísio – «Como uma pedra no silêncio», co-organizado pelo Centro de Estudos Compartistas da Universidade de Lisboa, Casa da Achada – Centro Mário Dionísio, Museu do Neo-Realismo e Associação Promotora do Museu do Neo-Realismo. Aconteceu nos dias 27, 28, 29 e 30 de Outubro e contou com 50 comunicações. As actas serão editadas online pelo Centro de Estudos Comparatistas e  em papel pela revista Nova Síntese. Enquanto não estão disponíveis por escrito, podem ver na internet os vídeos de todas as intervenções. Aqui fica o do primeiro painel:

Deixe um comentário

 

voltar às notícias

André Spencer e F. Pedro Oliveira para Casa da Achada - Centro Mário Dionísio | 2009-2017