Ligações rápidas

Horário de Funcionamento:
Segunda, Quinta e Sexta
15:00 / 20:00

Sábados e Domingos
11:00 / 18:00

 

 

Áreas Principais

»

«

 

 

Nasceram os Amigos da Casa da Achada

A partir de agora quem quiser pode fazer-se Amigo da Casa da Achada e contribuir assim para a sua existência e para a continuação da sua actividade.

Entre aqueles que às quartas-feiras vêm cantar, os espectadores das sessões de cinema, os que seguem a leitura semanal de A Paleta e o Mundo, os participantes das oficinas para crianças aos domingos que começaram este mês e todos aqueles que por aqui têm passado, vários têm perguntado como poderão ajudar e ligar-se mais à Casa da Achada.

A Casa da Achada – Centro Mário Dionísio foi fundada em 29 de Setembro de 2008 por cerca de 60 pessoas com vários tipos de relação com Mário Dionísio e a sua obra. Foi inaugurada, depois das obras de recuperação e adaptação necessárias, custeadas pela família de Mário Dionísio, em 29 de Setembro de 2009. Passou a abrir ao público, com um horário provisório, em 15 de Outubro de 2009.  

Além de um Centro de Documentação, onde está depositado o espólio literário e parte do espólio artístico de Mário Dionísio e o seu arquivo pessoal e de Maria Letícia Clemente da Silva, que inclui a biblioteca privada dos dois, já acessíveis a quem os queira consultar, enquanto o trabalho de catalogação continua, a Casa da Achada-Centro Mário Dionísio tem uma zona pública onde está exposta grande parte do espólio artístico de Mário Dionísio e está em organização uma biblioteca de características populares, onde semanalmente ensaia o Coro da Achada e onde se realizam actividades com entrada livre: leituras, conversas, lançamentos de livros, sessões de cinema, oficinas.

Os apoios estatais, autárquicos e de outras instituições até  ao momento foram diminutos, não são regulares e são difíceis de prever. Há despesas correntes e outras que é necessário pagar e que não podem esperar por decisões de outros. 

Propomos agora que os Amigos da Casa da Achada – colaboradores, frequentadores, visitantes – contribuam para o pagamento das despesas correntes, permitindo assim que as entradas continuem a ser livres em todas as actividades, através do pagamento de uma pequena quota mensal, semestral ou anual. 

Os benefícios para os Amigos da Casa Achada serão desde já descontos nas futuras edições da Casa da Achada-Centro Mário Dionísio. Em breve, descontos em museus, teatros e cinemas, com os quais pensamos poder fazer acordos.

Será preciso ser Amigo da Casa da Achada para usufruir da leitura domiciliária que a Biblioteca proporcionará daqui a poucos meses, mas não para participar nas actividades da Casa da Achada-Centro Mário Dionísio.  

Sem o peso da burocracia associativa, os Amigos da Casa da Achada reunirão anualmente para discutir, dar ideias, corrigir o que está mal e que pode ser melhor.  

Quem quiser fazer-se Amigo da Casa da Achada só tem de passar por cá, preencher uma ficha de inscrição e pagar a quota que decidir que quer pagar: quota mensal – mínimo 2€; quota semestral – mínimo 10€; quota anual – mínimo 20€.

Um comentário a “Nasceram os Amigos da Casa da Achada”

  1. david ferreira diz:

    Excelente site, muitos parabéns! A biografia, com todos os seus links, é fascinante. Fui aluno do MD no Camões, durante 6 anos (5 em francês e 1 em Literatura Portuguesa) e 2 antigos colegas mandaram-me o link. Mas não imaginava passar tanto tempo na “visita”! Agora, falta-me visitar a Casa da Achada. E desejar-vos o maior sucesso.

    David Ferreira

Deixe um comentário

 

voltar às notícias

André Spencer e F. Pedro Oliveira para Casa da Achada - Centro Mário Dionísio | 2009-2017