Ligações rápidas

Horário de Funcionamento:
Segunda, Quinta e Sexta
15:00 / 20:00

Sábados e Domingos
11:00 / 18:00

 

 

Áreas Principais

»

«

 

 

Leitura Furiosa 2010

Leitura Furiosa 10

ESCRITORES ESCREVEM

COM E PARA

GENTE ZANGADA COM A LEITURA

Armando Silva Carvalho, Filomena Marona Beja, Jacinto Lucas Pires, Jaime Rocha, José Mário Silva, Mário de Carvalho, Miguel Castro Caldas e Raul Malaquias Marques vão escrever oito pequenos textos a partir de um dia de convívio com oito grupos de pessoas «zangadas» com a leitura, de todas as idades: uns são frequentadores do Centro de Dia do Socorro, do Centro Polivalente de S. Cristóvão e S. Lourenço, do Centro de Apoio Social dos Anjos, outros do Conselho Português para os Refugiados, outros ainda da Escola nº10 do Castelo, da Escola Gil Vicente, da Escola nº 75 da Rua da Madalena.

Trata-se de uma iniciativa intitulada Leitura Furiosa, que decorre nos dias 28, 29 e 30 de Maio próximos.

É a sétima vez que acontece em Lisboa, este ano, como em 2009, organizada pela Casa da Achada – Centro Mário Dionísio.

Decorrerá simultaneamente no Porto (Serralves), em Kinshasa e em Amiens, cidade francesa ao norte de Paris, e é organizada pela associação Cardan de Amiens.

A Leitura Furiosa é uma realização imaginada por esta associação francesa, que há largos anos trabalha no combate à iliteracia, e tem lugar anualmente há perto de 20 anos em Amiens, destinando-se àqueles que estão «zangados» com a leitura. Nasceu como alternativa ao «Furor de Ler» de Jack Lang que, segundo o Cardan, não tinha em conta os que não liam, não por não quererem, mas por não saberem ou não poderem.

No dia 30 de Maio, domingo, pelas 15 horas, os textos escritos por Armando Silva Carvalho, Filomena Marona Beja, Jacinto Lucas Pires, Jaime Rocha, José Mário Silva, Mário de Carvalho, Miguel Castro Caldas e Raul Malaquias Marques e ilustrados por Bábara Assis Pacheco, José Smith Vargas, Nadine Rodrigues, Nuno Saraiva, Pierre Pratt, Zé d’Almeida, assim como os textos escritos no Porto na mesma altura, assim como os textos franceses (escritos em Amiens e em Kinshasa) traduzidos para português, serão distribuídos aos participantes e ao público, e lidos por um conjunto de actores (Antonino Solmer, Bruno Bravo, Diogo Dória, Fernanda Neves, Inês Nogueira, Sandra Faleiro), na presença dos escritores, dos grupos que contribuíram para a elaboração dos textos e de quem queira aparecer na Casa da Achada – Centro Mário Dionísio (Rua da Achada, 11, em Lisboa).

Pedro e Diana musicarão alguns dos textos que serão, além de lidos, cantados, nesta sessão de entrada livre.

Deixe um comentário

 

voltar às notícias

André Spencer e F. Pedro Oliveira para Casa da Achada - Centro Mário Dionísio | 2009-2017